Destaques

Gabigol retorna aos treinos no Flamengo usando a camisa número 99

publicado

em

Depois de receber uma punição imposta pela diretoria do clube e perder o direito de usar a camisa 10 do Flamengo, o atacante Gabigol retornou aos treinos no CT do time e apareceu na manhã deste sábado (18) com uma nova numeração para chamar de sua: a 99.

O jogador, que foi dispensado do treino na sexta-feira (17) após ter imagens suas vazadas vestindo o uniforme do Corinthians, foi readmitido no elenco e deverá ser convocado para a partida contra o Amazonas, na próxima quarta-feira, válida pela Copa do Brasil.

A imagem que mostra Gabigol se divertindo com a nova segunda camisa do time paulista viralizou nas redes sociais na noite de quinta-feira. A equipe do jogador inicialmente negou a autenticidade da foto, mas voltou atrás após a punição aplicada pelo Flamengo.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, após uma reunião com o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, e outros diretores do clube, o jogador Gabriel Barbosa foi multado e informado pelo dirigente que não usará mais a camisa 10 rubro-negra em competições onde existe a possibilidade de mudança na numeração”, comunicou o clube em nota.

Nas suas redes sociais, o atacante justificou-se com os torcedores rubro-negros. “Hoje fui informado pelos dirigentes do Flamengo que não vou mais vestir a camisa 10. Cabe a mim aceitar e respeitar a decisão do clube. Mas isso jamais irá apagar a história que construí ao lado dos meus companheiros de equipe. Vou aceitar a próxima camisa e darei tudo em campo pelo Mengão até o fim da nossa jornada”, escreveu Gabigol.

Gabigol continuará usando a camisa 10 durante a fase de Grupos da Libertadores, já que não é possível fazer a mudança enquanto a competição estiver em andamento. Em uma má fase, o jogador está sendo relegado ao banco de reservas pelo técnico Tite e ainda está enfrentando as repercussões da polêmica extracampo que resultou em uma suspensão de dois anos aplicada pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJD-AD) por fraude em um exame antidoping.

No final do mês de abril, o atacante recebeu permissão para jogar pelo Flamengo após sua defesa obter uma suspensão temporária na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Com o contrato prestes a expirar no final do ano, parece cada vez mais improvável que a relação entre o jogador e o clube continue.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Sair da versão mobile